DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO – COMER COM PRAZER

O problema da obesidade infantil é debatido pelo mundo inteiro e infelizmente está associado ao desenvolvimento de algumas doenças graves. Sabemos que uma criança obesa tem maior probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes, asma, doenças do fígado, apneia e vários tipos de cancro. Para além destas doenças, as crianças obesas estão mais sujeitas a ataques de bullying e outros tipos de discriminação, podendo afetar a sua autoestima e o seu rendimento escolar.

Certamente que já ouviu dizer que é “desde pequenino é que se torce o pepino” e é na infância que se torna determinante educar as crianças a adotar hábitos alimentares saudáveis. Cabe aos pais e professores serem um exemplo para os mais pequenos. Para isso a educação alimentar deve, não ser só lecionada, como posta em prática no dia a dia, nas refeições que oferecemos às crianças, nos lanches que levam para a escola, nas festas que participam, etc. Devemos ser mais conscientes no ambiente que proporcionamos às crianças, no que respeita à alimentação. Não só em casa, mas também na escola a preocupação de comer bem e melhor deve ser incutida.

A brincar, jogar e cantar, podemos todos aprender a comer melhor.

Hoje, dia 16 de outubro, celebramos o Dia Mundial da Alimentação. Muitas escolas assinalam este dia e comemoram-no com atividades alusivas ao tema. E que tal celebrarmos este dia também em família?! Aproveitem para explorar os alimentos de uma forma lúdico-pedagógica.

Experimentem realizar pratos apelativos e coloridos, falando e degustando dos mais variados alimentos. Nunca é demais relembrar quais os alimentos que têm as vitaminas necessárias para o bom funcionamento do nosso corpo, assim como explicar que o açúcar, o sal e as gorduras devem ser evitadas. Aproveitem também para salientar a importância da água para todos os seres vivos do planeta.

Somos aquilo que comemos e a forma como nos alimentamos tem uma influência determinante, não só no nosso estado de saúde, mas também em todas as atividades diárias, sejam intelectuais ou físicas.

by Ana Rita Brito, Educadora de Infância

Comentários ( 1 )

  • Mark

    Thanks for your blog, nice to read. Do not stop.

Deixe um Comentário